Usabilidade

Fome? Pão, queijo e chá gelado.
Frio? Pão, creme de avelã e chocolate quente.
Chuva? Pão, manteiga e café.
Madrugada? Pão, hambúrguer e chopp.

Pão, pão, pão e pão...
O hábito de consumo do indefectível pãozinho francês de cada dia pode ser comparado à estabilidade de uma relação matrimonial bem estruturada - repleta de amor, segurança, normalidade e... Livre de grandes rompantes ou novidades.
Chega! Venha “meter a colher” nessa relação, digo, receita!

Branquinho ou crocante, baguete ou integral, doce ou recheado, o ponto crucial aqui não é a versatilidade da massinha abençoada, mas sim, as condições em que ela é frequentemente consumida. Esqueça o pão mofado, amanhecido, duro!
O app de geolocalização, Forninho.com*, permite o rastreamento das fornadas mais fresquinhas da região, num raio de abrangência a ser definido conforme conveniência. É quase como se todas as vovós da cidade emitissem uma notificação aos netos sempre que assassem uma nova torta de chocolate. O aconchego é o mesmo.
Baixe o dispositivo e garanta apenas pãozinho quente para sua mortadela.
Ah, e se a padariazinha do Tio Joaquim no final da rua ainda não aderiu ao Forninho.com, cadastre-a. O sistema de localização pode e deve ser retroalimentado por consumidores e proprietários de diferentes segmentos comerciais. Simples assim.

Bom, agora só resta algo a ser dito:
-Foi mal, rabanada!

Veja como identificar as fornadas mais quentes no
FORNINHO.com

  • 0 a 5 minutos

  • 5 a 10 minutos

  • 10 a 15 minutos

  • sem fornada

*O Forninho.com permite o rastreamento das fornadas mais fresquinhas da cidade. É quase como se o timer dos fornos dos padeiros soasse em todas as casas da região. As padarias cadastradas aparecem no mapa e cada ícone representa um momento especial - recém-assado, quente, morno e sem fornada -, indicando não somente onde estão os pães mais quentinhos e frescos, como ofertas e descontos imperdíveis! Branquinho ou crocante, baguete ou integral, doce ou recheado, o ponto crucial aqui não é a versatilidade da massinha abençoada, mas sim, as condições em que ela é frequentemente consumida. Pão-duro?! Nem pra fazer economia!